Diga não ao Halloween. Diga sim ao Holywins! - clique aqui e leia!




Recentemente postei a foto destas três crianças fantasiadas, no Facebook, e quase fui massacrado por algumas pessoas.

Por quê?

Porque escrevi legenda idêntica a esta: "Você vestiria essas fantasias no seus filhos?"

Será que a palavra FANTASIA remete a algo tão ruim, algo inaceitável ou algo repugnante?

Eu nunca vi alguém apedrejar ou incendiar uma loja de fantasias, mas pelo contrário, já vi muitas pessoas de todas as idades comprando as mais diversas fantasias e muitas delas para vestirem em seus filhinhos.

Mas então porque fui tão criticado por esta simples pergunta?

A resposta é muito simples, pelo desconhecimento que leva a ignorância e intolerância.

Estes vestes são sim FANTASIAS, da esquerda para direita a primeira fantasia representa um coroinha, a segunda Santa Teresinha do Menino Jesus e a terceira representa o Papa.

Ao contrário do que alguns pensaram ou falaram não são paramentos (verdadeiros) nem mantos sagrados. São apenas representações das vestes sacras, oficialmente chamadas de paramentos e no caso da freira, chamamos de hábito.

Mas por que existem estas fantasias, qual a utilidade delas? Será que é para pular Carnaval?

Não é nada disto! Vamos entender:

Sabemos nós que o Halloween não é uma festa cristã, é uma festa que nos remete ao ocultismo e portanto, podemos dizer que é uma festa maligna.

As crianças não devem brincar o Halloween, os pais não deveriam deixar seus filhos festejarem o Halloween nas escolinhas e cursos de Inglês.


Mas criança gosta de festa e vendo as outras crianças brincarem seria até uma maldade as impedir de se divertir.

Então que tal se divertir com as coisas do bem, com a santidade?!


Por isso foi criado o HOLYWINS que significa "A Santidade Vence", ao invés de vestir as crianças de bruxinhas, vampirinhos, diabinhos ou sei lá o que mais, veste-as com fantasias de seus santos de devoção ou fantasias de paramentos litúrgicos.

Ao invés de celebrar o Dia das Bruxas, celebra-se o Dia de Todos os Santos. Simples assim!

Nada de polêmica, nada de errado em fantasiar as crianças de santinhos, mini padres, mini papas ou mini freiras.

Portanto estas vestes são fantasias sim, fantasias do bem, fantasias que nos remetem a uma realidade santa e sem maldade.


Ao povo de Deus, revelo que me preocupa e ao mesmo tempo me decepciona perceber o desrespeito precipitado de católicos nas redes sociais. As pessoas visualizam rapidamente diversas postagens em seus celulares e qualquer palavrinha que as desagradem, mesmo sem ter razão ou por incompreensão, torna-se motivo de ofensas e agressões demonstrando, por vezes, o seu verdadeiro caráter que não condiz nenhum pouco com aquilo que Cristo espera de cada um de nós.

Sejamos compreensivos, mansos e humildes de coração como Cristo nos ensinou!

Um comentário:

  1. seria m












    eu vestiria sim pois nada mais lindo pra uma criança se sentir iqual aos santos e anjos de Deus.


    ResponderExcluir