Carne Fraca, Brasil mais Fraco!

O povo brasileiro realmente é um povo bastante criativo que se ferra, mas não perde o bom humor, com o escândalo da Operação Carne Fraca desencadeado pela Polícia Federal no dia 17 de março de 2017, surgiram inúmeros memes que viralizaram na internet satirizando as denúncias de carne supostamente batizada com papelão, "maquiada" com produtos químicos afim de manter o aspecto saudável ou até mesmo contaminada por processos ilegais.
Vamos ver agora alguns dos principais memes que estão circulando na internet:

Afim de amenizar o problema o Presidente Michel Temer reunião representantes de vários países e convido-os para um rodízio de carnes em Brasília. O povo corajoso!



Nunca o freezer do brasileiro teve tantas opções de carnes como agora!

Roberto Carlos, que tinha a fama de ser vegetariano, quebrou seu "regime" durante comercial da Friboi.
Era o que nós pensávamos!

Fátima Bernardes é (ou era) "garota propaganda" da Seara.

Em seu programa "Encontro", Fátima sempre aborda temas relacionados a Ideologia dos Gêneros

Uma suposta mistura de papelão à carne moída da JBS (dona da marca Friboi) é a causa a maioria das sátiras em todo o Brasil.

Tony Ramos é o "garoto propaganda" da marca Friboi

A marca Friboi ganhou notoriedade graças aos comerciais estrelados por Tony Ramos

Mesmo antes dos escândalos gerados pela Operação Carne Fraca, os comerciais da Friboi estrelados por Tony Ramos sempre foram alvos de piadas.

Tony Ramos deve estar pu.to da vida com as inúmeras sátiras envolvendo seu nome a Friboi

Este comercial gerou a revolta dos "Luiz Augusto" no país inteiro, os homens com este nome chegaram a acionar a Justiça para que o comercial fosse tirado do ar. Agora eles estão com um sorriso de orelha a orelha!

A zueira não pára!

Mesmo correndo risco de comer "papelão" o brasileiro continua quebrando a dieta e consumindo carne

PAPO SÉRIO:

Com certeza a polícia tem que agir em defesa dos direitos do povo e contra todo e qualquer tipo de crime, porém, esta Operação com certeza foi um "tiro no pé" da própria população brasileira.


Sabemos que no Brasil não há fiscalização eficiente em nenhum ramo de atividade. Quantas irregularidades identificamos no nosso dia-a-dia, nós mesmos as vezes nos aproveitamos do descaso das autoridades para cometer pequenas infrações. Por exemplo, várias pessoas omitem ou mascaram informações nas suas declarações do Imposto de Renda, justamente por acreditar que não serão pegos pela Receita Federal, muitas empresas sonegam impostos ao não entregarem a Nota Fiscal ao consumidor e são raros os motoristas que respeitam todas as Leis de Trânsito.

Agora me diga! Por que você acreditaria que na indústria da carne tudo funcionaria na mais perfeita regularidade, e que os alguns fiscais responsáveis, que são funcionários públicos, não fariam vista grossas a algumas coisas em troca de "favores"?

Somente mesmo alguém que não conhece a "malícia" do povo brasileiro para acreditar que tudo funcionava perfeitamente!

O grande problema é que o Brasil passa por uma grave crise econômica, o número de desempregados bate record e a maioria das empresas estão operando no vermelho. Seria muita ingenuidade das nossas autoridades denunciar um irregularidade que envolve a qualidade das carnes produzidas no Brasil sem causar um grave colapso no setor.

É óbvio que os importadores iriam titubear diante de tamanho escândalo, e com milhares de opções de ofertas mundo afora facilmente poderiam romper os negócios com o Brasil. Por mais que se prove o contrário e comprove-se a qualidade do produto brasileiro, onde há fumaça há fogo e a desconfiança permanece.

As empresas frigoríficas que já operavam no vermelho receberam o golpe final com esta operação não lhes restando outra opção senão fechar as portas.

Lembrando ainda que estamos na Quaresma, muitos católicos trocam a carne vermelha pelo peixe, o que gera queda nas vendas, a única vantagem que nos resta talvez seja uma queda nos preços deste produtos nos congeladores dos supermercados, inclusive na Páscoa.

Aconteça o que acontecer o brasileiro jamis vai deixar de comer carne!
Eu apoio qualquer operação policial, principalmente aquelas quem vem em defesa do povo brasileiro, mas é preciso rever o modus operandi para não causar um impacto onde as vítimas sofram punição maior do que os próprios criminosos.

Talvez a Polícia Federal devesse fracionar as operações, atuando em pequenas etapas, desta forma não criaria alarde e não despertaria o interesse da imprensa, maior culpada pela enorme repercussão ao fazer desta Operação destaque em todos os jornais.

Aliás, Operação esta que provocou um desfoque num assunto de extrema importância a Reforma da Previdência. É para pensar!


Nenhum comentário:

Postar um comentário