Entendendo os Sacramentos




Uma das coisas que cada crismando(a) precisa entender e conhecer, para então poder receber dignamente a Crisma, são os Sete Sacramentos.

Vamos lembrar quais são os sacramentos: Batismo, Confirmação, Eucaristia, Confissão, Unção dos Enfermos, Ordem e Matrimônio



Mas antes de falar sobre cada um dos Sacramentos, vamos procurar entender um pouquinho o significado dos Sacramentos.

Dizemos sempre que os Sacramentos são: sinais eficazes, instituídos por Jesus Cristo, pelo qual recebemos a Graça de Deus.

Mas agora, vamos procurar detalhar cada parte dessa definição:

Primeiramente dizemos que os Sacramentos são sinais eficazes.

Mas então, o que significa sinal?

Podemos dizer que um sinal é algo que podemos ver, sentir ou perceber, é um gesto, e normalmente nos revela algo mais profundo, vai mais além do que podemos ver, vamos lembrar de um sinal que usamos no nosso dia-a-dia: Quando você levanta a mão aberta e balança da esquerda para a direita repetidamente diante de outra pessoa, é um sinal que você está fazendo, mas significa muito mais do que o simples gesto com a mão, significa que você despede-se de alguém e mesmo sem falar nada, está “dizendo” tchau.

Já a palavra eficaz refere-se a algo que dá resultado, é aquilo que produz efeito.

Sendo assim, concluímos que sinais eficazes é a mesma coisa que gestos e palavras que dão resultado.

Dizemos ainda, que os sacramentos foram instituídos por Jesus Cristo. Para simplificar, podemos dizer que Jesus Cristo é quem nos divulga a importância de cada Sacramento, Ele é o primeiro a mostrar e realizar cada um dos Sacramentos.

Pelos Sacramentos recebemos a Graça de Deus, essa é a parte do sacramento que nós não podemos ver, mas pelos Sacramentos Deus age de forma especial em nossa vida, é um olhar singular sobre você, Ele percebe as suas necessidades, e te dá força para viver segundo a Sua vontade.


Pelos Sacramentos nos aproximamos cada vez mais de Deus e somos recompensados com a sua Graça Santificadora. Para cada um dos Sacramentos, Deus nos presenteia com uma Graça especifica, conforme vamos ver agora.


Batismo: Pelo batismo ingressamos na Igreja de Cristo, a Igreja Católica Apostólica Romana, quando recebemos o Sacramento do Batismo, normalmente ainda criancinhas, passamos a pertencer a grande família Cristo, recebemos o Espírito Santo e nos tornamos membros da Igreja Católica, também recebemos o perdão do pecado original, aquele pecado cometido por Adão e Eva.

Confirmação ou Crisma: Este é o Sacramento para o qual você está se preparando, é o segundo na relação dos Sete Sacramentos, vem logo após o Batismo e ganha o nome de Confirmação, porque é a confirmação do Sacramento do Batismo.

Pelo Batismo ingressamos na Igreja de Cristo, pela Crisma confirmamos nosso desejo de continuar fiéis a Igreja de Cristo, pois já não somos tão crianças quanto no Batismo e podemos tomar nossas decisões sobre aquilo que desejamos para nossa vida. E como pessoas maduras, com responsabilidade para escolher o queremos, também assumimos um compromisso com o próprio Cristo, o compromisso de serem continuadores, divulgadores, propagadores da fé Cristã e dos ensinamentos de Cristo. Assumimos o compromisso de ser apóstolos missionários de Cristo.


Eucaristia: A Eucaristia é o Sacramento do Corpo e Sangue de Cristo.

Assim como precisamos alimentar-nos diariamente para termos um corpo saudável, também na nossa vida espiritual precisamos de um alimento que nos sustente e dê forças para continuarmos a nossa missão de Cristãos fiéis a vontade de Deus.

Esse alimento é próprio Corpo e Sangue de Cristo que se entrega para nós sob a espécie de pão e vinho.

É verdadeiro alimento, indispensável no sustento para a nossa vida espiritual. Cristo, sabendo que voltaria ao Pai, quis continuar entre nós através da Eucaristia.

Antes de sua morte, durante a última refeição, junto com seus amigos discípulos, Jesus pegou o pão agradeceu a Deus pelo alimento e disse: “Comam isto é meu Corpo”, e depois, ao final da ceia, ele pegou o cálice de vinho, agradeceu novamente a Deus e disse: “Bebam isto é meu Sangue”. E recomendou: “Façam isso em minha memória”.

Com este gesto, Jesus institui um novo Sacramento, a Eucaristia, e celebra a primeira Missa, também chamada de Celebração Eucarística.

Jesus sabendo que sua missão, feito homem, nesta terra estava terminando e que, brevemente, deveria voltar para a casa do Pai, encontra uma nova maneira de permanecer conosco, em corpo e sangue, através da Eucaristia. Assim como precisamos nos alimentar diariamente para manter uma vida saudável, a Eucaristia é alimento para nossa vida espiritual, Ela é o sustento e o remédio para a nossa vida. Comungar é buscar verdadeiramente Jesus Cristo, é uma maneira eficaz de estar com Ele.


Confissão ou Reconciliação (Sacramento de Cura): Faz parte do ser humano errar. Deus nos pede que vivamos o amor a Ele sobre todas as coisas e que vivamos o amor aos nossos irmãos com a mesma intensidade que amamos a nossa própria vida. Mas não é sempre que conseguimos realizar plenamente a vontade de Deus, cada vez que esta vontade não é cumprida estamos prejudicando o nosso próximo e, consequentemente, a nós mesmos. As vezes é difícil compreender porque Deus nos pede algo, a sociedade nos influencia constantemente a contrariar essa vontade explicita de Deus. Mas Deus sabe o que é realmente o melhor para cada um de nós, Ele é o nosso criador e nos conhece profundamente.


Cada vez que a pessoa humana deixa de atender aquilo que Deus pede e se rende as próprias fraquezas está comentando um pecado. O pecado entristece Deus que nos ama imensamente, fere o nosso próprio coração e muitas vezes, o coração daqueles que foram vítimas do nosso erro. Porém, Deus na sua infinita bondade, na imensidão de nosso amor, sempre espera o arrependimento de nossa parte. E assim, como todo erro tem que ser reparado, Deus aguarda piedosamente a reparação de nosso erro, esforçando-se para não mais cair em tentação, pedindo perdão a aqueles a quem nós ofendemos e buscando a reconciliação com o próprio Deus através do seu olhar especial para cada um de nós contido no Sacramento da Confissão.


Uma verdadeira Confissão deve seguir cinco passos:

Exame de Consciência: É preciso examinar rigorosamente o nosso consciente e buscar lá no fundo tudo aquilo que contrariou o amor de Deus, tudo aquilo que machucou o teu próximo e que causou feridas, doídas ou não, em seu coração. Esta tarefa nunca podemos fazer sozinhos(as), é depois da invocação ao Espírito Santo que vamos fazer essa “varredura” em nossa mente.

Arrependimento: Confissão sem arrependimento não tem valor, é preciso arrepender-se verdadeiramente do mal que comentemos.

Propósito: o propósito é a firme vontade de não mais cair no erro, é criar no coração a vontade de não mais pecar, é firmar o propósito de esforço pessoal, muitas vezes de mudança de vida para não mais cair em tentação. É preciso ter verdadeiro arrependimento para realizarmos conscientemente o propósito, sem se arrepender não conseguiremos nos esforçar para não mais pecar.

Confissão: Essa é a etapa de nos colocarmos diante de Cristo (o padre in Persona Christi) e revelarmos detalhadamente os nossos pecados.

Satisfação: é cumprir a penitência recebida do padre (in persona Christi) durante a confissão, o padre pode isentar-nos de penitência, pode nos pedir para recitarmos algumas orações ou ainda, nos enviar a reparar o nosso pecado.



Unção dos Enfermos: A Unção dos Enfermos é o Sacramento ministrado às pessoas doentes, tem a finalidade de aproximar a pessoa da Graça de Deus, através da unção com óleo que dá a força santificadora do Espírito Santo, a Reconciliação com Deus que leva ao perdão dos pecados.

Ordem: A Ordem é o Sacramento do serviço, recebem o Sacramento da Ordem os sacerdotes que, a exemplo dos discípulos, tornam sua vida em favor da comunidade em trabalhos pastorais em benefício do projeto de Deus.

Matrimônio: O Matrimonio é o Sacramento no qual a Graça de Deus vem ajudar na construção de uma nova família, onde o homem e a mulher decidem viverem em união até que a morte os separe, é o Sacramento que dá sustento e discernimento para que a paz reine no novo lar e os filhos possam crescer num ambiente de amor e fé.

Conheça alguns vídeos de Laudenir Ramos no Youtube!






Nenhum comentário:

Postar um comentário