Ator Pedro Cardoso abandona programa de TV ao vivo




RECOMENDADO PARA VOCÊ


Quem não conhece o "Agostinho Carrara" o malandro taxista casado com a "Bebel" na série "A Grande Família" apresentada pela Rede Globo?

Pois é, o ator que interpretava o personagem Agostinho, vinha ganhando destaque nas redes sociais por desabafar contra a emissora que trabalhou e também por revelar sua posição em relação alguns assuntos polêmicos que movimentaram o Brasil recentemente.

Mas no dia 23 de novembro, podemos dizer que o ator "mitou" ao abandonar um programa de TV ao vivo.

O fato aconteceu no programa Sem Censura apresentado na TV EBC (Empresa Brasil de Comunicação), uma empresa pública federal.

Leia na íntegra o que motivou o ator a deixar o programa ao vivo:

"Eu não vou responder essa pergunta e nenhuma outra, porque quando eu cheguei aqui, hoje, eu encontrei uma empresa que tá em greve.
E eu não participo de programas em empresas que estão em greve.
Eu vim sentar aqui, porque além da greve, que não cabe julgar, não conheço a negociação, não tô a par, também não me cabe emitir opinião a respeito de quem está fazendo a greve e de quem está aqui trabalhando.
Cabe a mim o maior respeito a todos vocês.
A todos vocês, os estão parados e os estão trabalhando e aos estão aqui.
Mas eu, diante deste governo que está governando o Brasil, eu tenho muita convicção de que as pessoas que estão fazendo esta greve, provavelmente, estão cobertas de razão.
Então eu não vou falar do assunto que eu vim falar, nem de nenhum outro.
O que eu soube também, quando cheguei aqui, é que o presidente desta empresa aqui, que é uma empresa que pertence ao povo brasileiro, fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha, onde a presença do sangue africano é visível na pele.
O sangue africano está presente em todos nós, em alguns de nós está presente também na pele, mas em todos nós ele está.
ENTÃO SE ESTA EMPRESA QUE É CASA DO POVO BRASILEIRO TEM NA PRESIDÊNCIA UMA PESSOA QUE FALA CONTRA ISSO.
Eu não posso falar do assunto que eu vim falar aqui. Eu tenho imenso respeito por todos vocês que estão aqui, peço desculpas, eu vou me levantar em respeito aos grevistas, eu vou embora."


Neste momento, Pedro Cardoso foi interrompido pela apresentadora do programa, que afirmou respeitar sua a opinião:

"...a gente vive numa democracia e a gente precisa respeitar a opinião de cada um. Pedro Cardoso, obrigada pela sua presença, eu entendo perfeitamente tudo o que tá acontecendo!"

Neste instante o ator Pedro Cardoso levantou-se e deu um abraço na apresentadora, depois foi cumprimentar cada um dos participantes do programa, enquanto a apresentadora chamava o intervalo comercial.
ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA

A greve dos funcionários da EBC iniciou no dia 14 de novembro e perdura por nove dias, segundo a CUT o motivo é o congelamento dos salários e retirada de direitos dos trabalhadores.

Já em relação a acusação de racismo contra o presidente da emissora Laerte Rimoli, trata-se do compartilhamento de um meme que satiriza um comentário que a atriz Tais Araujo fez recentemente em relação a seu filho.

Durante uma palestra a atriz declarou: "No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada".

Para muitos, as declarações da atriz, ao se referir ao seu filho de apenas 6 anos de idade, foi exagerada e isto motivou o surgimento de vários memes nas redes do sociais. Laerte Rimoli compartilhou um deles em seu perfil:


O que você achou da atitude do ator?

Deixe o seu comentário aqui embaixo!



RECOMENDADO PARA VOCÊ





Nenhum comentário:

Postar um comentário